Nosso Bairro

PROCURADOS!

segunda-feira, 20 de abril de 2009

CONTAMINAÇÃO DO SOLO NO SUDESTE

"Nesta terra, em se plantando tudo dá", dizia a carta de Pero Vaz de Caminha ao rei de Portugal, primeiro documento escrito no País. Com a urbanização e o desenvolvimento industrial despreocupado com os recursos naturais, a frase já não é mais verdadeira em algumas partes do País. No Sudeste, região mais industrializada, a situação preocupa os órgãos responsáveis. No Estado de São Paulo, mais de 2,5 mil locais integram o cadastro de áreas com contaminação de solo da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb).
O promotor do Meio Ambiente de São Paulo, José Ismael Lutti, afirma que áreas consideradas contaminadas contém resíduos sólidos de metais pesados como chumbo, cromo e cádmio, ou líquidos, como derivados de petróleo. O material contamina os lençóis freáticos (córregos subterrâneos) e é absorvido pelas plantas que crescem na terra envenenada. Estes resíduos podem intoxicar animais e seres humanos pelo contato com a pele e a ingestão.
Em alguns locais onde a contaminação é maior, até a inalação de vapores emanados pelo solo pode envenenar pessoas com menos resistência, como crianças e idosos.
"Seu efeito é cumulativo e cada pessoa reage à intoxicação de uma forma. Em algumas, pode haver cirrose hepática e até câncer", diz o promotor.

Leia a matéria na íntegra no link:
http://noticias.ambientebrasil.com.br/noticia/?id=45048


Fonte: Hermano Freitas/ Portal Terra)

2 comentários:

Professor Delamare disse...

Achei uma matéria muito inteligente por retratar um problema global. Como seria bom se todas as escolas tivessem ideias semelhantes. Parabéns pela postagem!

Professor Delamare disse...

Li pela segunda vez esta matéria e confesso. "Aprendi muito com isso". Mais uma vez parabéns!

Postar um comentário

Olá amigos!
Gostaram do tema? Aqui é o nosso espaço de interação, comente sua opinião,sugestão,crítica. Obrigado pela visita e volte sempre. Um abraço da equipe Caloi.

Template - Dicas para Blogs

Recadinho!


Onde Reciclar?