Nosso Bairro

PROCURADOS!

terça-feira, 7 de julho de 2009

Interagir para respeitar


Lidar com indisciplina na sala de aula não é tarefa nada fácil para qualquer educador, seja ele experiente ou não. Quando a professora Fabiana Congilio viu que uma de suas colegas havia se deparado com um 5º ano do ensino fundamental (antiga 4ª série) nenhum pouco fácil de comandar ela quebrou a cabeça para tentar “arrumar a casa” já que a série, além de apresentar uma característica muito forte de indisciplina, tinha um aluno que ditava as regras na turma, levando as outras crianças a atitudes impensadas e despreocupadas. Para sanar o problema, Fabiana criou e desenvolveu com a ajuda de outras duas professoras, Juliana Vieira e Tatiane da Cunha Fernandes o projeto “Ensinando e Aprendendo”, que integrou os alunos maiores com crianças da educação infantil do Colégio Cosmos, em Campo Limpo Paulista (SP).
(ler mais)


“Sabemos que as relações entre aluno, escola e professores estão muito desgastadas. Por isso, quis que o projeto mostrasse a eles a importância da convivência em grupo dentro de um consenso de solidariedade, compreensão, diálogo e respeito”, ressalta a professora. Para promover a interatividade, elas planejam junto com os alunos da 4ª série atividades lúdicas feitas duas vezes por semana que conseguissem entreter ambas as idades, como rodas de histórias, teatrinho de fantoche, brincadeiras cooperativas, recorte e colagem, montagem de livrinhos e brincadeiras com massinha, além de aulas de natação e futebol praticadas em conjunto.

A reação das turmas, segundo Fabiana, não poderia ter sido mais positiva. “É algo mágico de se ver. Os pequenos ficam muito ansiosos para que cheguem os dias da visita. Com o tempo, sentimentos como carinho, proteção e amizade se desenvolveram entre eles. Além disso, quando os pequenos não obedeciam, eles buscavam outras estratégias, sempre com muita paciência e educação”. Com o projeto, os alunos maiores também conseguiram respeitar mais o trabalho das professoras. “Eles passaram pelas mesmas situações que lidamos no dia-a-dia e perceberam o quanto é difícil prender a atenção e manter uma ordem”, conta a professora.

Ampliar o olhar da ética e da cidadania na escola também foi um dos objetivos. “Fizemos com que esses conceitos fossem inseridos em todo o conteúdo programático, auxiliando o trabalho do professor enquanto mediador” enfatiza Fabiana. Os resultados não poderiam ter sido mais positivos. “As crianças da educação infantil participaram com muito entusiasmo e os problemas de comportamentos dos maiores, que já eram antigos e que a equipe escolar não encontrava estratégias para modifica-los, foram completamente sanados”.

A ideia da professora Fabiana não é restringir o projeto apenas ao colégio, e sim, expandi-lo para a rede pública de ensino da cidade e para outros colégios particulares. “Ainda há uma grande distância para que a escola seja vista pelos alunos como um lugar acolhedor e prazeroso, onde não são cobrados apenas notas e trabalhos”. Para ela, repensar e reconstruir conteúdos para solucionar males como desinteresse e indisciplina é o grande desafio dos educadores. “Só assim conseguiremos construir uma escola mais justa, prazerosa e democrática”, frisa.

Quem se interessar pelo projeto pode entrar em contato com a professora Fabiana Congilio pelo e-mail: faby.ac@globo.com.

Texto de Isadora Rupp publicado na revista Profissão Mestre de maio/09.

Um comentário:

Professor Delamare disse...

Foi bom ter lido esta matéria. Muito boa postagem, pois lidar com indisciplina de aluno exige muita habilidade do professor. Parabéns!

Postar um comentário

Olá amigos!
Gostaram do tema? Aqui é o nosso espaço de interação, comente sua opinião,sugestão,crítica. Obrigado pela visita e volte sempre. Um abraço da equipe Caloi.

Template - Dicas para Blogs

Recadinho!


Onde Reciclar?